Ser “delicada” como uma flor não significa, de modo algum, fragilidade. A história da mimosa amarela existe para nos provar isso! Como sabemos, as tradições mudam de acordo com o contexto social. Regimes aristocráticos combinam com elementos refinados e nobres, enquanto revoluções incluem elementos mais populares, acessíveis e igualmente lindos. Além do peso e significado histórico que esta planta possui, ainda nos elucida o modo como uma linda flor do campo pode se tornar uma das maiores tradições de um país.

Presentear com flores na Itália

Atualmente, é tradição na Itália presentear as mulheres no dia 08 de março com um arranjo, buquê ou maço de mimosas amarelas e muitos se perguntam de onde vem tal costume. Como nenhuma cultura permanece sem uma origem que a explique, não seria diferente com esta tradição. A mimosa é uma árvore que floresce entre o fim do inverno e o início da primavera, pintando as paisagens de verde e amarelo.

A tradição surgiu com uma notável mulher genovesa chamada Teresa Mattei que foi símbolo da resistência política armada  contra o fascismo no país, responsável por contribuir com o nascimento da República na Itália. Teresa lutava pela causa social e propôs que a mimosa se tornasse símbolo do dia das mulheres contrapondo-se ao hábito de se presentear com orquídeas e violetas, que eram plantas mais nobres e menos acessíveis à época. A sugestão possuía como argumento que a tradição deveria incluir uma planta popular, acessível e facilmente encontrada no país. A mimosa já pertencia a uma lenda chinesa, na qual representava aconchego familiar e gentileza feminina, casando, perfeitamente, com os seus propósitos. Teresa nasceu em 1921, em Gênova, e faleceu em 2013, na Toscana.

Reflexo nos dias atuais

O modo como a sugestão de Teresa foi acatada reflete o quanto tinha razão. Atualmente são vendidos mais de 15 milhões de maços de mimosas no Dia Internacional das Mulheres como símbolo de sua gentileza, delicadeza e também à sua força. É uma informação importantíssima caso você deseje enviar flores para presentear uma mulher especial que vive na Itália ou mesmo para uma empresa italiana dirigida por mulheres. É interessante presentear já conhecendo a tradição, podendo, assim, mostrar que você conhece, se interessa e respeita a cultura daquele país.

Esta tradição não seria aplicável ou interessante em outros países, como é o caso da Rússia, na qual a cor amarela representa separação, despedida ou algum tipo de rompimento. Por isso, antes de presentear, confira se o buquê que você escolheu é adequado para a cultura do país no qual o presenteado ou presenteada reside. Para a Itália, você já sabe que as mimosas amarelas são uma boa opção para o Dia da Mulher. Para os outros dias, clique neste link e confira as opções!

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados