Presente obrigatório nesta data, as flores são por vezes consideradas complementos – mas são indispensáveis e dão o toque sensível, sentimental e íntimo ao presente. Confira o artigo abaixo e faça de seu pedido ainda mais especial e significativo, combinando as flores com a personalidade de sua mãe.

Elas são coloridas, dão um toque natural à decoração e costumam agradar às mulheres. Não é à toa que as flores permanecem entre os primeiros colocados no ranking dos presentes preferidos para o Dia das Mães.
Compõem buquês, arranjos e simples vasinhos. Essa variedade de possibilidades é o diferencial para agradar aos diferentes tipos de mãe. “As opções de flores são imensas e dá para combinar com todos os estilos. Diferente do Dia dos Namorados, que costuma não fugir das rosas, é uma data livre e dá para diversificar bastante”, afirma a florista Helena Lunardelli.

Além do gosto pessoal, outro ponto que deve ser levado em consideração na hora da escolha da lembrança é o tempo disponível que a homenageada tem para cuidar de plantas. É que algumas exigem cuidados extras e fica complicado para as mulheres com dia-a-dia muito agitado segui-los à risca. “Se têm pouco tempo, risque da lista flores de corte, porque precisa trocar a água a cada dois dias e lavar o recipiente para eliminar fungos e bactérias. Uma boa opção são as suculentas, como o cacto e o kalanchoe, já que armazenam água e é necessário regar apenas uma vez por semana”, indica Elisabete Raimundo, coordenadora do SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) da Cooperativa Veiling Holambra (CVH), especializada em venda de flores para o varejo.

Vale lembrar que as flores plantadas em vasos costumam durar mais do que as de corte, mas há exceções. Um antúrio de corte, por exemplo, pode resistir até 40 dias, enquanto um lírio no vaso normalmente chega a apenas dez dias, relata Elisabete. “É com as de corte que se pode fazer composições, que causam maior impacto, tanto em vasos como em buquês”, lembra a florista Helena.

Cuidados
E como cuidar do presente? De maneira geral, as flores gostam de ambientes arejados e iluminados. A diferença é que algumas preferem a sombra, enquanto outras não dispensam banhos de sol.

A quantidade de água necessária também varia, mas a dica é nunca deixar a terra encharcada. “Coloque um dedo na terra. Se estiver úmida, é como a planta gosta. Também tem de garantir que haja espaço entre o vaso e o pratinho que colocar embaixo, para que o excesso de água consiga escoar pelo furinho do vaso”, ensina Helena.

Não deixe acumular água no pratinho, o que evita que a raiz da planta apodreça, além de ser uma maneira eficiente de prevenir a dengue. “Também não molhe as flores, só a terra, para que não apodreçam”, aconselha Elisabete.

Resta lembrar que, assim como as plantas, as mães também não são iguais. Quer descobrir qual combina mais com a sua? Então confira as dicas de especialistas que indicam, segundo suas opiniões, qual flor é melhor para cada tipo de mãe. Confira a seguir.

Tipos de flor para cada tipo de mãe


Begônia: A Cooperativa Veiling Holambra (CVH) aposta nessa variedade como um símbolo da felicidade e, por isso, a recomenda para as mães sorridentes e de bem com a vida. A florista Helena Lunardelli, por sua vez, a considera uma opção para as tradicionais, por ser simples e que agrada facilmente. Cuidados: Não pode ficar exposta ao sol o tempo todo, mas aceita algumas horas diretamente sob ele. Gosta de calor. Regue pouco e uma vez ao dia.

Bromélia: As mães que não dispensam cuidados com os filhos devem ficar felizes com essa planta, de acordo com a CVH, porque representa inspiração e resistência. Helena a elege como alternativa para as mulheres modernas, pelo fato de ser uma flor clean. Cuidados: Deve ficar na sombra. Gosta de pouca água, por isso deve ser regada uma ou duas vezes por semana, no máximo.

Crisântemo: É a opção da CVH para mulheres elegantes, que gostam de beleza, organização e requinte, pelo fato de simbolizar justiça e nobreza de caráter. A florista Helena sugere especificamente o crisântemo bola para mães exóticas, pois tem aspecto oriental. Cuidados: Gosta de tomar sol fraco (no começo da manhã e no fim da tarde) durante algumas horas. Regue pouco e em dias alternados.

Gérbera: Helena a classifica como sugestão para as mães de primeira viagem, já que considera que a gérbera agrada a todos à primeira vista. A CVH a recomenda para as mulheres sensíveis e dedicadas, porque a planta sugere energia, inocência e amor nobre. Cuidados: Gosta de bastante iluminação. Portanto, não a deixe dentro de casa para que dure mais. Regue pouco e em dias alternados.

Girassol: A florista Helena o recomenda para as esportistas, pois gostam de curtir a vida ao ar livre como a planta. Por ser uma flor robusta, o CVH a sugere como presente para as mães altivas e íntegras. Cuidados: Como o próprio nome indica, gosta de sol e deve ficar exposta diretamente a ele por algumas horas. Regue-a diariamente com pouca água.


Lírio: Promete agradar às empresárias, segundo a florista Helena, por ser chique. A CVH apresenta sugestão semelhante e a recomenda para as mães firmes e práticas. Cuidados: Essa planta é muito sensível e a flor costuma durar pouco. Regue-a duas vezes por semana e a deixe na sombra, mas próxima de lugares iluminados.

Orquídea: A sua beleza combina com mães chiques, de bom gosto e clássicas, de acordo com a florista Helena e a CVH. Cuidados: Apesar de ser conhecida como uma planta sensível, é resistente e sua floração pode durar por mais de um mês. Regue uma vez por semana e deixe sair bastante água pelos furos do vaso, para que não apodreça. Não pode ficar exposta diretamente ao sol.

Rosa: Por ser símbolo do romantismo, nada melhor do que essa flor para presentear as mães sentimentais, como indica a florista Helena. A CVH lembra que a rosa também indica prazer de viver e, por isso, é ideal para mães generosas, que gostam de fazer felizes os que a cercam. Cuidados: No vaso, tem de ser regada duas vezes por semana e exposta ao sol por algumas horas. Se for de corte, preserve-a em ambiente fresco e bem iluminado, longe de correntes de ar, e troque a água em dias alternados.


Violeta: Uma dica para as mães intelectuais, por ser famosa por suas histórias, de acordo com a florista Helena. Por ter aparência delicada, a CVH a indica para as mulheres discretas. Cuidados: Evite luz direta do sol e correntes de ar. Regue duas vezes por semana. Para não molhar as flores e folhas e evitar que apodreçam, uma dica e colocar água no pratinho e deixar que a planta a sugue.

Fonte: Portal Terra

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados