Evelyn Müller

Phalaenopsis híbrida pintada
Evelyn Müller

Em tempos de rápidas mudanças do clima – em algumas regiões do país, com várias novas frentes quentes ou fritas que mudam abruptamente temperaturas e taxas de umidade em nossas cidades – nunca é excesso o cuidado mais atencioso com suas flores e plantas, de modo a garantir o máximo de durabilidade possível. Veja abaixo algumas dicas para Orquídeas, consideradas dentre as plantas mais duradouras, especialmente por se manter bela e altiva, com aspecto de nova, por vários meses:

1. Prefira os vasos de barro aos de plástico. Apesar de serem mais caros, os primeiros têm mais porosidade e drenam melhor a água. Se optar pelos plásticos, fique de olho nas regas para não encharcar demais a planta.

2. Se a base da orquídea estiver a menos de um dedo da boca do vaso, é preciso trocá-la de moradia. Procure deixá-la dois dedos de altura abaixo da boca do vaso.

3. Para acomodá-la no novo vaso, repare de qual lado surgem os novos brotos – esta é a frente da orquídea. A parte posterior deve ser encostada em um dos lados do vaso para firmar o desenvolvimento do exemplar.

4. Para a troca de vaso, acrescente chips de fibra de coco ou musgo à planta. Este último precisa ser lavado com água para tirar o excesso de areia.

5.
Antes de cortar a orquídea, esterilize a tesoura (com um maçarico portátil ou no fogão). Deixe esfriar para depois usá-la. Importante: repita a operação antes de mexer com outra orquídea para evitar a transmissão de doenças.

6. Quando descartar uma folha, passe canela em pó no local do corte. O ingrediente é um cicatrizante natural.

7. Manchas na folhagem podem ser amenizadas com fumo de corda. Ferva o fumo em água por uma hora até que vire uma solução concentrada, que deve ser diluída em água. Borrife sobre as folhas repetidas vezes, até que dê resultado.

Evelyn Müller

Phalaenopsis híbrida estriada
Evelyn Müller

Phalaenopsis híbrida estriada

8. Cochonilhas e pulgões podem ser eliminados das folhas com sabão de coco. Use uma escova para esfregar as folhas.

9. Repare na coloração da folhagem. Se estiver escura, mude a orquídea de local. Quanto mais contato com a luz, mais ela irá florir.

10. Instale plaquinhas plásticas de identificação em suas orquídeas. Além do nome da espécie, anote o período de sua última floração. A próxima florada pode ser estimulada com NPK 10 30 20, que tem mais concentração de fósforo.

E deseja enviar Flores para o Exterior? Quem sabe Orquídeas para os Estados Unidos, Rosas para a Inglaterra ou Lírios para a Austrália? Buquês mix para a China ou Cestas de Café-da-Manhã para a Suíça? Não importando seu destino – ou a distância – saiba que você está a alguns cliques do presente perfeito: a FloraWeb entrega Flores e Cestas Gourmet em mais de 160 Países desde 2000, com a segurança e qualidade garantidas por meio de floristas locais de alto padrão, que garantem a rápida entrega de seu pedido. Clique aqui e confira os catálogos exclusivos por país!

Evelyn Müller

Vanda híbrida lilás
Evelyn Müller

Vanda híbrida branca e lilás

 

Fonte: Casa & Jardim                              
Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados