Se no Brasil beiramos diariamente os 40 graus nesta época do ano, no hemisfério norte os países passam pelo inverno – em geral bem mais rigoroso que o nosso, onde enfrentam temperaturas negativas, neve e fortes ventos que modificam a rotina – e a sobrevivência de flores e plantas.

Na Europa, onde o polo produtor concentra-se na Holanda, a tecnologia e técnicas desenvolvidas há séculos evitam qualquer mudança na capacidade produtiva. Para assegurar sobrevivência estendida e no transporte, os exportadores utilizam produtos que garantem a conservação – seja no inverno moderado do Mediterrâneo ou no rigorosíssimo do interior da Rússia e países escandinavos como Finlândia e Suécia. Ainda assim, algumas flores parecem mais incólumes as agruras do frio intenso. Veja abaixo algumas dicas:

Rosas


Clássica preferida de apaixonados, familiares e amigos – e um dos presentes mais consolidados do mundo – a rosa mantém o seu impacto e beleza, mesmo frente à sua popularidade. Sorte para quem presenteia, ela tem boa resistência à baixas temperaturas – o que é ajudado por produtos orgânicos que não alteram sua forma, aroma ou textura.

Copos-de-Leite


Um dos favoritos absolutos para casamentos, famílias e ambientes domiciliares, as flores do copo-de-leite são firmes, contribuindo  para uma maior durabilidade frente à termômetros em declínio.

Gérberas


Uma das flores com maior tendência de crescimento de vendas, o sucesso recente da gérbera apóia-se em sua beleza principalmente – mas pode achar outra explicação em sua durabilidade e uniformidade. As flores são vivas e presentes em diferentes cores, e a sua adaptabilidade climática faz de arranjos com gérberas um dos itens mais recomendados pro inverno.

Fonte: FlowerInfo Poland

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados