As cores das flores são devidas a pigmentos que se acumulam nas pétalas.
Estes pigmentos são, por exemplo, os carotenóides responsáveis por alguns tons de amarelo e laranja, ou os flavonóides que, combinados, podem originar tons violeta, azuis ou vermelhos.


Já a cor verde das folhas das plantas é devida à grande quantidade de clorofila que contêm, sendo este o pigmento que permite captar a energia da luz e convertê-la em energia química.
A cor que vemos deve-se ao facto de todos estes pigmentos absorverem parte das radiações solares e refletirem outras.
A riqueza e beleza das cores das flores maravilham os nossos olhos, mas não só: também atraem insectos, que vão depois transportar o pólen dessa planta para outras.
Ou seja, a beleza é uma arma da manutenção da espécie, desde as plantas aos seres humanos.

Fonte: Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados