Portugal é mundialmente conhecida pelas suas oliveiras, pelo vinho e bacalhau – mas poucos sabem que também é um grande pólo floricultor, com grande quantidade de pesquisa na área.

Por essa razão, o Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (JBUC) vai receber, esta quarta-feira, 10 mil orquídeas cedidas por dois jardineiros finlandeses especializados naquela planta, da qual possuem uma das maiores coleções europeias. O anúncio foi feito esta segunda-feira através de fonte universitária.

O protocolo com a Casa de Orquídeas Orkidearanta, propriedade de Pekka e Tuulikki Ranta, prevê a cedência das orquídeas, que vão ficar expostas nas instaçaões do JBUC “por um período de 30 anos”, refere, em comunicado, a Universidade de Coimbra (UC).

“Com este protocolo, o Jardim Botânico da Universidade de Coimbra terá uma das maiores coleções de orquídeas da Europa em exposição permanente, numa das estufas que será transformada em orquidário e que terá visitas guiadas diárias”, adianta a instituição de ensino superior.

Segundo a UC, a manutenção da coleção e a formação de jardineiros especializados ficará a cargo de Pekka e Tuulikki Ranta, os colecionadores de orquídeas finlandeses, que residem, atualmente, em Coimbra.

O protocolo entre a UC e a Casa de Orquídeas será assinado esta quarta-feira, pelas 14.30h, na Reitoria da Universidade e, para ilustrar a coleção, estarão patentes, durante a cerimónia, vários exemplares de orquídeas, plantas que predominam em países de climas tropicais como a Colômbia, Brasil e Equador e das quais existem, em todo o mundo, cerca de 50 mil espécies.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados