A festiva Diada de Saint Jordí, tradicionalíssima no catálogo de eventos de Barcelona, ocorre neste ano com menos barulho, menos emoção, uma cadeira vazia e sob uma característica cor: amarelo. Inegavelmente dominando todas as bancas de flores do festival, bem como os adereços dos espaços e praças pela capital catalã, as flores amarelas eram as favoritas de um dos maiores escritores em língua espanhola já nascidos: Gabriel García Marquez, que faleceu neste dia 17 de abril de 2014, aos 87 anos. As flores amarelas também marcaram sua cerimônia fúnebre no Palácio de Belas Artes da capital mexicana, Ciudad de México.


Um dos epicentros da Diada de Sant Jordi -a tradicional festa de Barcelona marcada pela venda de livros e flores pelas ruas- rende homenagens ao escritor colombiano, que viveu na cidade catalã entre 1967 e 1975.
“Já fazia um tempo que eu estava buscando um exemplar para minha mãe. Eu tinha passado por muitas livrarias e tendas, mas já estava tudo esgotado. Minha mãe é fã de Gabriel García Márquez. Já tinha lido ‘Cem Anos de Solidão’, e agora, com a morte dele, resolveu que queria ler também esse”, comentou a catalã.
“Hoje, sem dúvida, é um dos autores mais procurados. Ao meio-dia, praticamente todos os livros dele que colocamos nas prateleiras já haviam sido vendidos”, comentou Fernando Alvaréz, diretor da Casa del Libro.


A poucos metros dali, na tenda do centro cultural Casa Amèrica Catalunya, fãs saudosos do escritor se acotovelavam para deixar um recado para Gabo, que faleceu na última quinta-feira. “Seguirá vivo na nossa memória e nos seus livros”, “Cem anos de agradecimentos” e “Obrigado por me oferecer o gosto pela leitura” eram alguns dos inúmeros recados escritos no livro de dedicatórias que será enviado pela Casa Amèrica à casa-museu do autor, situada em sua cidade natal, Aracataca, na Colômbia.
Ontem, o prefeito de Barcelona, Xavier Trias, anunciou que faria uma homenagem póstuma ao escritor, outorgando-lhe uma comenda municipal, a “Medalha de Ouro”. “Ele contribuiu para fazer de Barcelona uma cidade literária no âmbito mundial”, disse Trias.
O carinho especial dos catalães por Gabo não é à toa. Foi em Barcelona que o escritor mudou de status. De autor praticamente desconhecido passou a ser celebridade mundial graças à relação que firmou com a agente literária Carmen Balcells. Na cidade, García Márquez escreveu o livro “O Outono do Patriarca”, uma de suas obras mais complexas.

Fonte: Portal BemParaná

Sabia que a FloraWeb realiza entregas em mais de 160 países e regiões, inclusive todas as cidades do México e da Espanha? Trazemos toda a comodidade e transparência para que seu pedido de um presente especial, tocante e belo chegue em mãos do destinatário, não importando a distância. Não cobramos nada além do exibido em nossos catálogos, separados por país. Confira clicando aqui nossa página e, em caso de dúvidas, converse com nossos atendentes!

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados