O Valentine’s Day começa a ser comemorado no Japão por influencia da cultura americana, mas dizem os mais céticos, que as comemorações começaram devido a influencia de uma fabrica de doce.

Verdade ou não, a celebração do Valentine´s Day no Japão segue certas particularidades:

– No Valentine’s Day, não existe troca de presentes, somente as mulheres que dão flores e chocolates aos homens.

– Um mês depois, ocorre o White Day, na qual os homens retribuem os presentes dando muitas flores e mais chocolates branco as mulheres.

– As flores no Japão são dadas somente ao companheiro de relacionamento, mas já os chocolates do Valentine’s Day japones não são necessariamente dados ao apaixonado, mas também aos amigos, parentes e chefes.

– Como não é dado somente a pessoa amada, muito chocolate é vendido nesta época, gerando um grande movimento comercial.

– Dar um chocolate ao chefe é uma forma de respeito e agradecimento.

– Dar um “Honmei Choco” é uma forma de se declarar seu amor.

– Um chocolate caseiro feito pela mulher, tem mais valor que um industrializado.

Devido as diversas intenções pela qual o presente é dado, existem diferentes tipos de chocolate:

– Rosas vermelhas com Honmei Choco: é dado a pessoa amada.

– Tomo Choco: o chocolate dado aos amigos

– Family Choco: o chocolate dado ao pai e filhos.

– Giri Choco: o chocolate dado a colegas e chefes.

O “Giri Choco” é conhecido de modo pejorativo por “chocolate de obrigação”, ou seja, não tem nenhum sentimento, somente é dado por obrigação social. Já o Honmei Choco e Tomo Choco, podem causar certa confusão por transmitir uma mensagem um tanto dúbia, se não declarado qual é exatamente, não tem como saber se é um Honmei ou Tomo, mantendo aquele sensação de duvida: será que é amor ou amizade? Creio que nem os espertos comerciantes poderiam criar algo assim que somente a sutil, misteriosa e sensual mente humana seria capaz!

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados