O escritório norte americano SWA GROUP foi encarregado de desenvolver o projeto de paisagismo nos arredores da torre mais alta do mundo, Burj Khalifa, situada no adverso contexto climático de Dubai, nos Emirados Árabes.

Utilizando materiais e elementos próprios do contexto, este oásis verde destaca-se por enfrentar dualidades entre espaços abertos e outros mais cobertos, texturas suaves e outras mais ásperas, propiciar o encontro de multidões ou dar espaço a reflexão do indivíduo.

Distintas espécies, algumas floridas, outras ásperas e próprias de um clima desértico, distintos padrões de pavimentação e fontes de água vão dando caráter a cada lugar, dando a cada espaço qualidades especiais, gerando no imaginário de cada visitante uma sensação diferente.

Utiliza também palmeiras, parte do imaginário coletivo da cidade, para marcar distintos pontos, como acessos ou linhas que definem caminhos de pedestres ou de automóveis.

O parque de transição até a torre fornece sombra, refresco e refugio a esta cidade que no verão pode superar facilmente os 40ºC de temperatura. Caminhos circulares que entre espécies verdes conduzem o acesso ao hotel e que a partir desse ponto, pequenos parques separam o hotel das zonas residenciais, que por sua vez conduzem seus visitantes à essas zonas.

Fonte: archdaily.com.br

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone