Flor-cadáver do Jardim Botânico de Denver, nos Estados Unidos, atriu 22 mil visitantes na semana passada (Foto: Reprodução/ Facebook/ Denver Botanic Gardens)

Um exemplar de flor-cadáver que fica no Jardim Botânico de Denver, nos Estados Unidos, floresceu na semana passada e atraiu, segundo a instituição, mais de 22 mil visitantes curiosos para ver este momento raro da espécie.

A flor-cadáver é conhecida como a maior flor do mundo, podendo chegar a até 3 metros de altura. Na verdade, trata-se de uma inflorescência, com um conjunto de pequenas flores. Ela abre apenas uma vez a cada 10 anos, e sua florescência dura 72 horas.

Com forma de falo, a flor-cadáver exala um odor forte de carne podre que lhe rendeu o apelido. O mal cheiro atrai insetos polinizadores, como besouros, garantindo a sua reprodução.

Original de Sumatra Ocidental, na Indonésia, a planta é cultivada em muitos jardins botânicos. Os visitantes em Denver enfrentaram longas filas e chegaram a esperar até 2 horas e meia para ver o exemplar.

No último sábado (21), o Jardim Botânico de Denver avisou pelo Facebook que a planta já estava quase totalmente fechada e que o cheiro ruim não era mais sentido.

Flor-cadáver do Jardim Botânico de Denver em dois momentos: quando estava aberta, na semana passada, e quase totalmente fechada, no sábado (21) (Foto: Reprodução/ Facebook/ Denver Botanic Gardens)Flor-cadáver do Jardim Botânico de Denver em dois momentos: quando estava aberta, na semana passada, e quase totalmente fechada, no sábado (21)
Fonte: Portal G1 e Denver Botanical Gardens
Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados