Você sabe a origem da tradição de buquês de noiva? O mês das mães e das noivas está chegando e vamos contar a história.

Os registros mais antigos vem do período grego, remontando no minimo 146 a.C.! O objetivo era chamar o deus Himeneu, para que ele protegesse e abençoasse o novo casal.

Na Idade Média as noivas carregavam a pé até a Igreja e recebiam flores e ervas no caminho, e ao final do caminho se formava um buquê. A hera era  símbolo de fidelidade; o lírio, símbolo da pureza; as rosas vermelhas, símbolo do amor; as violetas, símbolo da modéstia;flores de laranja, fertilidade e alegria ao casal.  Ao final a noiva lançava o buquê ás cegas, e quem conseguisse pegar recebia todos os votos também. Essa é mais uma tradição presente até hoje.

Noiva medieval

Símbologia das flores no buquê:

Gérbera – encontrada em uma grande variedade de cores. Significa beleza.

Orquídea – dependendo da espécie, a noiva pode ter um raro buquê. Significa amor, beleza, perfeição.

Camélia – uma das mais belas é a de cor rosa. Mas a branca significa grandeza da alma.

Lírio – encontrado durante o ano inteiro. Significa doçura, pureza, inocência.

Amarilís – seu florescimento ocorre durante o verão. Significa orgulho, dignidade.

Rosa – Floresce mais intensamente em climas de temperatura amena. Significa amor em suas vidas.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados