A orquídea é, sem dúvida, uma das plantas mais comerciais do Brasil e possui muitos fãs apaixonados e colecionadores. Embora seja uma planta fácil de se encontrar em feiras, lojas e floriculturas, o seu cultivo exige algum conhecimento, caso contrário a planta não floresce devidamente. Compreender os cuidados ideais para as orquídeas é fundamental para se obter flores encantadoras. Com hábitos e cuidados bastante simples, você  permite que sua planta cresça saudável e linda, livre de doenças e bactérias, e cheia de saúde. Nesse artigo, preparamos 5 dicas para que as suas orquídeas floresçam lindamente.

Utilize vasos de barro

A maioria das orquídeas é vendida em vasos de plástico e cabe ao novo dono transpô-las para um vaso de barro. Estes possuem maior capacidade de absorção da água, evitando que a planta se encharque. Caso você ainda queira cultivá-la num vaso de plástico, fique de olho para evitar o excesso de água.

Preste atenção nos brotos

Ao acomodar a sua orquídea em seu novo vaso, preste atenção no surgimento dos brotos. O lugar no qual surgem é a frente da planta. Sendo assim, a parte posterior deve ser apoiada em um dos lados do vaso para firmar o seu desenvolvimento.

Cuidados na hora de cortar a sua orquídea

É preciso fazer o possível para manter a sua planta livre de bactérias nocivas à sua saúde. Portanto, sempre que for fazer algum corte em sua orquídea, esterilize a tesoura ou faca e deixe esfriar antes de cortá-la. Essa esterilização pode ser feita com um maçarico portátil ou mesmo no fogão, para facilitar. É importante ter também esse cuidado na hora de cortar várias orquídeas, sempre esterilizando antes de usar a sua faca ou tesoura em outra planta para evitar a transmissão de doenças. Após o corte, passar canela em pó no local ajuda na cicatrização.

Eliminando as manchas na folhagem

Em orquídeas e em diversas outras plantas é bastante comum que apareçam manchas na folhagem, comprometendo a beleza de todo o arranjo. Nesse caso, há uma solução que pode amenizar o problema: fumo de corda. Ferva o fumo de corda na água por uma hora até que se torne uma solução homogênea. Depois disso, deposite a solução em um borrifador e aplique nas folhas de sua orquídea até que os resultados comecem a aparecer. É importante também ficar atento à cor da folhagem. Folhagens muito escuras não são um bom sinal e podem significar que a planta não irá florir como deveria. Escolha outro lugar no qual ela possa receber bastante luz.

Trocando o vaso

A troca de vaso também exige alguns cuidados que podem garantir que a planta não sinta o impacto da troca. Acrescentar chips de fibra de coco pode ser uma excelente solução. O musgo também é uma opção, porém este exige o cuidado de ser lavado com água para que seja retirada toda a areia.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados