As técnicas utilizadas hoje do Ikebana possui origem na Índia. Nessa época os arranjos de flores eram criados como oferendas para Buda. Porém foi no Japão onde Ikebana foi aperfeiçoado como uma arte e batizado (Ikebana = flores vivas, dar vida às flores).

Diferente dos arranjos de flores que estamos acostumados onde o foco é na parte das cores e corolas da flor, a técnica de arranjos florais japonesa busca uma harmonia de estrutura, movimento e é claro, cor.

A cor verde diversas vezes diminuída e até ignorada nos arranjos de flores ocidentais, é parte indispensável no Ikebana.

Além da cor verde, que na maioria das vezes é proveniente das folhas da planta escolhida, outras estruturas são destacadas como: ramo, raiz, vazo, raiz, caule além é claro da flor.

Os componentes do Ikebana segundo a definição japonesa são: o céu,  a terra e a pessoa. Dependendo da escola, outros componentes podem estar presentes no projeto.

Todo arranjo de Ikebana deve transmitir harmonia, calma e paz para o ambiente o qual está presente. Também é recomendado que ele tenha seu próprio espaço, ou seja, ele não pode ficar disposto entre eletrodomésticos nem em uma mesa bagunçada.

As Ferramentas de Ikebana

Em alguns projetos, não são necessárias nenhuma ferramenta, já em outras, diferentes tipos de tesouras e alecates de jardinagem auxliam no trabalho. No final das contas podemos citar:

Tesoura (Nagaba) – cada tesoura possui um nome e uma aplicação especifica, mas para simplificar, vamos dizer que as tesouras desempenham importante papel no Ikebana. É com elas que os ramos são cortados.

Alicate (Koeda) – Para os ramos mais grossos, raízes e outro componentes mais duros do ikebana, usa-se um alicate de jardinagem.

Base (Kenzen) – Muitos dos ikebanas utilizam essa base para fixar os arranjos. Elas podem ser visíveis ou estar dentro da água , na areia ou terra.

Vaso (Shigaraki Ware) – Como citado, o vaso deve estar em haromina com o projeto de ikbana.

Vejamos agora alguns belos exemplos de Ikebanas:

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Posts Relacionados